Gostou? Incentive o autor!

Prezado assinante,

Feliz ano novo!

Aqui é o Flávio Lemos, sócio da Trader Brasil Investimentos.

Estou de volta ao batente após umas merecidas férias.

O Brasil tem neste momento a melhor Bolsa de ações do mundo.

Quem fez essa afirmação foi a revista norte-americana “Forbes”, que destacou a expectativa positiva para a retomada da economia e a aprovação das reformas no país.

Nas duas últimas semanas, o investidor sentiu na pele essa confiança, com o Índice Ibovespa atingindo a marca histórica de 93 mil pontos. E nesta segunda-feira (14) o pregão abriu em alta, chegando a ultrapassar 94 mil pontos pela manhã.

Por causa da taxa de juros estruturalmente baixa, da inflação sob controle e da retomada econômica, a Bolsa tem tudo para ser o principal caminho de geração de riqueza, de geração de lucro, de construção de resultado ao longo de 2019.

Para aproveitar, basta estar posicionado nos ativos certos, aqueles com potencial de valorização nos próximos meses.

BOLSA

Conforme dissemos na nossa carta de dezembro, já esperávamos que a bolsa chegasse entre 90-100 mil pontos até janeiro de 2019, podendo atingir 120 mil pontos até o final de 2019.

Importante ressaltar que a evolução da agenda reformista é condição necessária para que este cenário se materialize.

Veja aqui nosso novo post do blog:

Ações candidatas a boas pagadoras de dividendos em 2019

2019-01-18_15-44-45
IBOVESPA BATEU 96.000 PONTOS NO DIA 19/JAN/2019

PERSPECTIVAS
Bolsonaro representa um rompimento, uma nova administração com apoio significativo dos eleitores.

Já tínhamos a dimensão do longo período de transição e que, mesmo após a posse, ainda demoraria para ter uma noção mais clara do funcionamento do governo.

Mesmo assim, decidimos por atravessar este período com maior exposição ao risco. Decisão que vem se mostrando acertada até então. Nas cartas aos clientes de dezembro alertamos isso.

Há evidências para esperarmos um governo mais “ruidoso” que o normal o que não é necessariamente negativo desde que os mercados continuem entendendo os sinais sólidos na direção de reformar a economia e colocar o Brasil em uma rota sustentável de crescimento.

No cenário externo: o otimismo mostrado pelos mercados acionários globais nos últimos dias, impulsionado pelos progressos nas negociações comerciais entre EUA e China e por comentários mais “dovish” pelo presidente do Fed será testado hoje após os fracos resultados apresentado pela balança comercial chinesa.

As exportações chinesas recuaram 4,4% em dezembro na comparação anual, vindo abaixo das expectativas do mercado (+2,5% A/A), refletindo os efeitos da guerra comercial com os EUA. As importações, por sua vez, caíram 7,6% A/A no mês (projeções +3,0%) impactadas pela desaceleração da demanda interna.

Os fracos dados chineses aumentam os temores de intensificação da desaceleração da economia chinesa, colocando sob suspeita as projeções de crescimento para a economia mundial neste ano.

RENDA FIXA

O novo governo assume o Brasil com um crescimento que está acelerando, a infl ação ancorada e juros nas mínimas históricas.

Os desafios são grandes e sabidos, mas o presidente eleito tem priorizado a agenda reformista, com sinalização positiva já no início de mandato.

Como opções de investimentos em Renda Fixa, os investidores podem buscar os títulos atrelados à inflação, como por exemplo as debêntures incentivadas, ou, para os mais conservadores, opções em pós fixados, como produtos bancários (CDBs, LCIs, LCAs) e crédito privado (CRI/CRA).

A opção por ativos isentos para pessoa física pode representar um ganho ainda maior na rentabilidade das carteiras.

FUNDOS

Ainda que seja um ano com perspectivas mais otimistas para ativos de risco,
tais produtos serão importantes para balancear a carteira do investidor, reduzir a volatilidade do portfólio e trazer uma rentabilidade consistente.

Em geral, os fundos vêm apresentando alocações otimistas em ativos locais, sobretudo na curva de juros e na bolsa, com as expectativas voltadas para a escolha da equipe do novo presidente e para a agenda de implementação de reformas. Já o cenário no exterior segue sendo o principal fator de risco monitorado pelos gestores.

 

Você quer minha ajuda para escolher entre tantos fundos?

 

SIM, EU QUERO AJUDA PARA ESCOLHER OS FUNDOS

E para você que não tem tempo de acompanhar o mercado, temos a solução que você deseja: o Trade Push.

O Trade Push é uma ferramenta que permite repassar recomendações da Equipe de Análise aos clientes que quiserem.

E o melhor é que os clientes podem aceitar, alterar ou cancelar  a ordem pelo XP Mobile, de maneira rápida e fácil, pelo próprio telefone ou tablet.

Quer receber as oportunidades no celular sem custo adicional?  

SIM, EU QUERO RECEBER SIM!

Feliz ano novo!

Cordial Abraço,

Flávio Lemos, CFP, ANCORD, PQO

 

Tendo alguma dúvida, é só me falar.

www.Investimentos.TraderBrasil.com

Telefone: (21) 2292-9729 |(11) 2386-4080