“Mares calmos não fazem um bom marinheiro”


Pense no mercado como o mar. O mar não se controla e você não tem poder sobre o mercado.

A tripulação do barco é a sua mente. Ela que faz o barco andar.

O barco é o seu plano de trades, seu sistema operacional, seu robô, pois é o meio que você precisa para chegar até o seu destino, ou melhor seu objetivo.

O capitão é o trader. Ele tem de unir as peças , tomar as decisões na hora certa e tocar o barco: operando ou não. O importante é seguir seu plano.

Traders são como náufragos. E estamos navegando sozinhos neste oceano desconhecido chamado mercado. Não temos controle sobre o tempo no mar, nem no mercado. Mas trader que é trader pode escolher operar em qualquer mercado.

O mar como o mercado é:

  • Maior que nós
  • Indiferente
  • uma Oportunidade e um perigo
  • Imprevisível
  • O “inesperado” acontece mais que o “deveria” ter acontecido

No mar, o capitão não tem como escapar do mau tempo. Por vezes, nos deparamos com mares revoltos, como: mercados de montanha russa, impeachments de presidentes, doenças difíceis de lidar, uma crise no casamento,  um imprevisto no trabalho, um processo seletivo negado, ou qualquer notícia desagradável que altere nosso humor. Até um golpe mais forte: perder alguém que amamos, a faca no peito. Enfim, passamos por uma tempestade caótica e que parece não ter fim.

Oportunidades

Após receber notícia ontem a noite sobre as denúncias contra Temer, Aécio, JBS, etc no atual conturbado momento político. Vimos que em NY ás 20h51 o ETF EWZ que representa os papeis com maior peso no IBOV desabava 10,73%, já era certo de mais uma vez presenciar o CB (Circuit Breaker) que não acontecia desde 2008 na crise do sub-prime. Pra quem não pegou a época, ele controla a variação dos índices, quando entra em baixa e atinge os 10% na Bovespa, os negócios são paralisados. Se a queda persistir, o funcionamento é novamente interrompido quando a baixa chega a 15%, mas desta vez durante 1h.

Telefone desde então não para de tocar, Whatsapp com centenas de mensagens e todos querendo uma recomendação ou dica num momento que as vezes até buscamos acreditar em algo que desconhecemos.

Nós, que passamos por esse e outros e acreditem sobrevivemos, recomendamos sempre a cautela, esperar o “mar de sangue” passar. Agir por impulso e na emoção, sempre pode resultar em mais perdas ou mesmo numa zerada que poderia ser feita em outro momento.

Cada um deve ter o seu limite de perda (stop) numa operação e nessas situações com os Gaps que o mercado já abre, eles são ultrapassados. Devemos manter a calma e tentar ter sangue frio, porque isso que vai te fazer sobreviver no longo prazo.

Como histórico ressaltamos estes números do Ibov que após uma queda muito forte, ele conseguiu recuperar no dia seguinte:

29-09-08 = -9,36% / 30-09-08 = +7,63%

19-10-08 = -11,39% / 20-10-08 = +8,36%

08-08-11 = –8,08% / 09-08-11 = +5,10%

Não estamos dizendo que é para encher a carteira, mas nestes momentos surgem oportunidades que chamamos de “barganha” onde poderemos depois colher os frutos.

Um mau tempo no mercado também pode ser uma grande oportunidade: dólar subiu? As empresas exportadoras também! A Vale5 no dia 18 de maio de 2017, (day after da gravação que botou Michel Temer na berlinda), abriu a R$22,38 (R$3 abaixo do fechamento ou 13%) e em uma hora já estava em alta de +0,5%. No pânico as pessoas esquecem que existem oportunidades, pois a Vale vai continuar exportando seu minério para fora, sua receita será em dólares mais caros que seu curso em reais mais baratos!

E o que podemos fazer em relação à tudo isso, se somos náufragos em meio à um mar revolto? Alguns, inexperientes, chegam a gritar com o mercado:” Você me odeia?” -diria ele. E o  que você iria achar de um náufrago que grita com o mar para que ele fique calmo novamente?  No mínimo que perdeu o controle de si. Está em pânico, com a alma ofegante. Imagino que é normal para um trader, em sua primeira vez enfrentando algo tão inesperado como um circuit breaker na abertura, tentar de tudo.

Este é o problema do novo navegador, ele ainda não entende que existem coisas fora de seu controle. Com o tempo, esse navegador irá aprender (caso se permita) mais sobre como lidar com o mar e como manejar sua jangada.

E assim se tornará experiente, passando por diversas tempestades e mares distintos, ele irá entender que não teria sentido gastar tanta energia numa ação vã: tentar controlar algo incontrolável como o mar.

Para um trader experiente são importantes:

  • Estar bem consigo mesmo
  • Valorizar-se
  • Fazer o que gosta
  • Ganhar dinheiro
  • Seguir seu sistema e seu plano
  • Vencer um desafio
  • Fazer a coisa certa
  • Aceitar seus erros
  • Limitar seus prejuízos
  • Aprender sempre
  • Ser flexível

Lembre-se “Mares calmos não fazem um bom marinheiro” e que ” Navegar é preciso, e o mercado não é preciso!”

Um abraço e bons trades!

Trader Brasil Escola de Finanças & Negócios

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s