Gostou? Incentive o autor!

O QUE FAZER COM MEUS FUNDOS DEPOIS DA QUEDA POR CAUSA DO CORONAVÍRUS

Escute um resumo aqui:

https://open.spotify.com/episode/7nY1ZELnCMy4s9xpVtNXJz 

OU NO YOU TUBE

“Em um fundo de preços, as ações serão baratas e ninguém se importará.” -Bob Farrell

Combina bem com o que Walter Deemer disse: “Quando chegar a hora de comprar, você não vai querer“.

Os mercados em baixa são desafiadores. Eles também oferecem grandes oportunidades para crescer e aprender como investidor.

POR QUE A QUEDA DOS MERCADOS PIOROU?

A queda aguda dos mercados e a explosão na volatilidade trouxe uma forte demanda por liquidez no mundo inteiro. Isso induziu a mais venda de ativos, aperto de condições financeiras, deterioração econômica,o que chamava mais venda. Um ciclo negativo. Os bancos centrais e a política fiscal expansionista conseguem impedir essa espiral destrutiva. Nesses últimos dias, essa resposta tem vindo. O FED já está no QE infinito, a expansão fiscal na Europa e nos EUA será maior do que na crise de 2009.

De maneira resumida, os Hedge Funds estavam vendendo posições até então lucrativas (como Ouro e TÍTULOS DO TESOURO AMERICANO) para pagar margens e saírem de posições negativas, como em renda variável.

Parece termos passado pelo pico deste movimento, mas nunca se sabe quando será o ponto de inflexão.

Toda a crise tem uma tipologia:

(1) Algo muito ruim acontece – o CORONAVIRUS aparece, e ninguém reconhece.

(2) Os mercados reconhecem, mas desprezam. O primeiro caso de Corvid19 foi na China em novembro de 2019.

(3) Os mercados entram em pânico, mas os governos não reconhecem/desprezam.Os mercados começaram a cair por volta de 20 de janeiro e depois  despencaram por volta de 24 de fevereiro, depois do carnaval.

(4) Os governos entram em pânico. Bancos centrais Injetam liquidez no sistema financeiro e tomam medidas extremas como o lockdown da população , fechamento de fronteiras, decretam estado de calamidade pública etc..

(5) Os mercados não acreditam nos governos e se mantém em pânico.

(6) As medidas começam a surtir efeito, o pânico diminui, logo depois os mercados recuperam.

Cada país está num ciclo diferente. E o Brasil é afetado pelos outros países.

Os futuros cenários externos serão diferentes mas seus gatilhos emocionais tendem a se repetir. Hoje é o coronavírus, amanhã pode ser um cometa. As piores armadilhas estarão no seu modo de reagir e se comportar…

curso-trader-completo

Lições fundamentais desta crise:

-a importância da liquidez

-não existe ativo livre de risco até o ouro caiu.

Nesse momento de crise econômica/pandemia tiramos outra lição: a RESERVA DE EMERGÊNCIA IMPORTA.

RE = Liqüidez + Segurança.

RE não é em TESOURO DIRETO , pois este fica fora do ar nestes momentos.

RE não é em bolsa

RE não é em FII

RE não é em Fundo D+30 sem liquidez

RE é em conta corrente em Bancão.

Atualização do múltiplo Preço/Lucro do Ibovespa

Mais uma atualização do múltiplo Preço/Lucro do Ibovespa.

Com a queda deste mês, o múltiplo foi para 8,4x, mesmo patamar do piso da recessão de 2015/2016.

Revisões de lucro das Companhias ainda estão apenas no início.

Por enquanto, segue rumo ao 3º dp da média de 2 anos.

Imagem

Sinais que estamos acompanhando

Queda do Indice VIX:  o “Índice do Medo”

A volatilidade é uma das principais características observadas pelos investidores ao analisar o comportamento de um ativo. O ìndice VIX, que apresenta a intensidade desse fator nas 500 maiores ações negociadas no mercado americano. Por representar variações do mercado financeiro, o índice VIX é um dos principais indicadores acompanhados pelos investidores.

Quando o VIX faz topo tem sido exatamente o momento que a bolsa faz fundo.

2020-03-24_15-09-56

ÍNDICE FUTURO: ESTRANGEIROS quase zerando a venda e locais começando ficar vendido..

Imagem

A volta da China ao normal é um sinal importante e positivo para o mundo

Imagem

A PERGUNTA Nº1 QUE TENHO RECEBIDO “Investi em Fundos: FIAs/ FIM/ FII ou Ações , agora estou morrendo de medo, tem como não perder mais dinheiro? Resgato meus investimentos?”

Planeje o que é difícil, enquanto é fácil, faça o que é ótimo enquanto é pequeno. ” – Sun Tzu.

Se a alocação base era 30% em ações e agora virou 5%, se puder, compre mais ações tirando da renda fixa. Quando subir inverta isso.

Para não ter como perder mais dinheiro, você teria que ter comprado um seguro antes.

Seguro é uma operação que reduz ou elimina o risco com a variação de preços indesejados mas o hedge é igual guarda chuva, melhor comprar quando tem sol. Porque quando está chovendo ele fica caro demais. O mesmo acontece com as proteções no mercado, não adianta esperar a queda para procurar defesas para sua carteira.

Calma e seja FRIO.

Você só deve resgatar, se não tiver NENHUMA outra opção possível, e fique sabendo, isso incorrerá em PERDA PERMANENTE DE CAPITAL.

Leve como aprendizado pra vida e conte conosco.

Sempre falamos para sempre possuir caixa ou seja dinheiro com liquidez.

Mas quando a bolsa está em alta, a maioria das pessoas querem aplicar tudo 100% até o talo. A estratégia é deixar 20 a 30% pelo menos em uma aplicação com liquidez D+1 e a cada queda significativa, usar uma parte desse caixa-digamos 5 % por dia, aos poucos.

Como não dá pra acertar o fiofó da mosca. Se for comprar, compre aos poucos. Devagar.

Se você pegar uma faca caindo no chão, você pode acabar ficando sem os dedos.

Uma recuperação que todos sonham, do tipo V é bem difícil (cai e sobe rápido). Normalmente, os preços testam um fundo anterior, como em um W, um tipo de figura gráfica de reversão primeiro. Não entendeu? me pergunta ou leia no meu livro.

LIVRO-ANALISE-TECNICA-3
livro na Amazon.com.br

Não se pode aceitar se colocar numa situação de risco que poderá lhe quebrar.

Este não é o momento de frases motivadoras ou da afirmação de que no final tudo fica bem. A hora é de encarar os fatos e compreender de verdade, aquilo que cada um tem condição de suportar em termos de condições econômicas, financeiras e psicológicas.

No tempo, preços convergem para a direção dos lucros. Grande parte do considerado “valor justo” está concentrado nos fluxos de caixa futuros mais distantes, mas o que tem sido provado de maneira inequívoca é que o caminho é formado pelas expectativas ao alcance dos olhos.

***

Você quer minha ajuda para escolher entre tantos investimentos? 

SIM, FLÁVIO GOSTARIA DE  SUA AJUDA PARA ESCOLHER MEUS INVESTIMENTOS. 

Cordial Abraço,

Flávio Lemos,  

Tendo alguma dúvida, é só me falar.

Summary
O QUE FAZER COM MEUS FUNDOS DEPOIS DA QUEDA POR CAUSA DO CORONAVIRUS
Article Name
O QUE FAZER COM MEUS FUNDOS DEPOIS DA QUEDA POR CAUSA DO CORONAVIRUS
Description
Toda a crise tem uma tipologia: (1) Algo muito ruim acontece - o CORONAVIRUS aparece, e ninguém reconhece. (2) Os mercados reconhecem, mas desprezam. O primeiro caso de Corvid19 foi na China em novembro de 2019.
Flávio Lemos
Trader Brasil
TRADERBRASIL
Publisher Logo