Gostou? Incentive o autor!

O QUE FAZ UM ANALISTA DE INVESTIMENTOS CNPI APIMEC?

Analista de valores mobiliários é a pessoa natural ou jurídica que, em caráter profissional, elabora relatórios de análise destinados à publicação, divulgação ou distribuição a terceiros, ainda que restrita a clientes.

A expressão “relatório de análise” significa quaisquer textos, relatórios de acompanhamento, estudos ou análises sobre valores mobiliários específicos ou sobre emissores de valores mobiliários determinados que possam auxiliar ou influenciar investidores no processo de tomada de decisão de investimento.

Se inserem no conceito de “relatório de análise” contido no §1º do art. 1º da
Instrução CVM n° 598/2018

– transmissões ao vivo em salas de conversa on-line;
– acompanhamento diário durante o pregão online;
– realização de operações ao vivo, com comentários sobre tendências de determinada ação,
indicação da hora ou do momento adequado para comprar ou vender;
– divulgação de operações, decididas com o auxílio da análise gráfica ou fundamentalista,
com a indicação ostensiva de rentabilidade histórica e oportunidades de investimento (por exemplo, momentos de entrada e saída no ativo ou derivativo objeto) por meio de
transmissões ao vivo durante o pregão.

cnpi-apimec-360 (1)

Quer ser analista de investimento com CNPI? Clique aqui

Essa atividade, pela sua importância, envolve aprofundamento técnico e o seu exercício é objeto de regulação pela CVM, por meio da Instrução CVM 598. Além disso, também é regida pela autorregulação do próprio mercado, neste caso através da APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais), que, desde 2010, exerce a função de autorreguladora destes profissionais.

O analista, além de ser aprovado no exame de qualificação técnica, o CNPI, também deve obedecer ao código de conduta profissional da entidade que o credenciou. Com isto, é possível evitar situações de conflito de interesse, buscando informações idôneas e fidedignas, para usar como base de suas análises e recomendações, e mantendo independência em relação à pessoa ou instituição a qual estiver vinculado.

Quais Faculdades fazem um ANALISTA DE INVESTIMENTOS?

Os Analistas de Valores Mobiliários são profissionais que elaboram relatórios de análise destinados a publicação, divulgação ou distribuição a terceiros, ainda que restrita a clientes.

O analista de investimentos oferece informação qualitativa para que o gestor tome as decisões sobre as ações que deverão compor as carteiras de ações de seus clientes ou fundos de investimento.

Os analistas são graduados, na maioria dos casos, nos cursos de economia, administração e ciências contábeis, mas há vários analistas com graduação em engenharia, também. É bastante recomendável a participação em cursos de pós-graduação na área da finanças, sejam cursos curtos de extensão ou programas do tipo MBA ou mestrado.

Na Trader Brasil Escola de Finanças, o Professor Leandro Klem, Analista CNPI foi formado em administração por exemplo.

Quais instituições contratam Analistas?

Bancos de investimento, corretoras de valores, fundos de pensão, empresas de gestão de recursos (Asset Managements), seguradoras, empresas de capital aberto, dentre outras.

Além disso, a certificação CNPI também pode ser muito importante para profissionais de outras áreas, tais como:

  • Administração de Recursos
  • Consultoria
  • Análise e Pesquisa Financeira
  • Investment Banking
  • Finanças Corporativas
  • Administração de Riquezas
  • Relações com Investidores
  • Vendas e Operações nos Mercados Financeiros e de Capitais

Ou ainda você pode querer retirar essa certificação para ampliar seus conhecimentos e tornar-se um investidor profissional.

Sobre o Exame de analista o CNPI:

Certificação Nacional do Profissional de Investimento (CNPI) tem como objetivo aumentar o padrão dos profissionais para que atinjam o nível internacional dos Analistas de Investimentos.

Tornando assim necessário certificar a capacidade técnica do profissional para que este ofereça segurança aos investidores. De forma que suas recomendações, orientações e operações estarão sendo feitas com embasamento crítico e isentas de interesses pessoais.

A certificação mencionada foi introduzida no Brasil pela Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) em associação com a ACIIA.

Requisitos mínimos para ser Analista de investimentos

Para ser Analista de Valores Mobiliários é preciso ter nível superior completo em qualquer área, podendo ser tecnólogo.

O comprovante de ensino superior completo será necessário no momento do credenciamento, podendo então, começar a estudar ou mesmo fazer os exames sem que tenha o diploma de ensino superior, desde que complete o curso superior em um prazo de até 24 meses.

O prazo de 24 meses é porque o candidato tem 12 meses para concluir os exames, após aprovado no primeiro exame; e mais um prazo de 12 meses para requerer o seu certificado CNPI (envio de documentos), após a aprovação nos exames.

Passar na prova de certificação CNPI é obrigatória para o exercício da função de Analista de Valores Mobiliários (Analista de Investimentos). Portanto, é importante para que o profissional atue nos processos de análise, avaliação e decisão de investimentos.

Os exames são oferecidos pela Apimec, em geral em tempo contínuo, e são realizados nos Centros de Testes da FGV distribuídos em praticamente todo território nacional.
LIVRO-ANALISE-TECNICA-3
Análise Técnica dos Mercados Financeiros

O Diretor da Trader Brasil, Flávio Lemos, participou da banca de provas do CNPI e escreveu um livro que faz parte da bibliografia oficial da prova CNPI.

A certificação está dividida em três categorias: CNPI para o analista fundamentalista, CNPI-T para o analista técnico e CNPI-P para o analista pleno (fundamentalista e técnico).
Para obtenção da certificação o profissional deve ser aprovado nos seguintes exames:

CB – Conteúdo Brasileiro – fase comum para o analista fundamentalista, técnico e pleno.

Uma prova de duas horas de duração com 60 questões de múltipla escolha contendo as seguintes matérias: Sistema Financeiro Nacional, Mercado de Capitais, Mercado de Renda Fixa, Mercado de Derivativos, Conceitos Econômicos, Ética e Relacionamento, Governança Corporativa.

 

CG1 – Conteúdo Global 1 – fase para o analista fundamentalista.
Uma prova de duas horas de duração com 60 questões de múltipla escolha contendo as seguintes matérias:

  1. Análise e Avaliação de Ações e Finanças Corporativas: 30 questões;
  2. Contabilidade Financeira e Análise de Relatórios Financeiros: 30 questões

CT1 – Conteúdo Técnico 1 – fase para o analista técnico.
Uma prova de duas horas de duração com 60 questões de múltipla escolha contendo as seguintes matérias: Princípios de Análise Técnica; Dow, Elliott, Fibonacci e Candle Stick; Retas, Tendências e Médias móveis; Stop, Suporte e Resistência; Volume & Contratos em Aberto.

Credenciamento

O credenciamento é solicitado através do Portal Apimec. Vá em “Certificação” e depois “Sobre o CNPI”.

Para outras perguntas frequentes, acesse o Manual de Candidatura da Apimec.

Summary
O QUE FAZ UM ANALISTA DE INVESTIMENTOS CNPI APIMEC? Tudo o que você precisa saber.
Article Name
O QUE FAZ UM ANALISTA DE INVESTIMENTOS CNPI APIMEC? Tudo o que você precisa saber.
Description
O QUE FAZ UM ANALISTA DE INVESTIMENTOS CNPI APIMEC? Tudo o que você precisa saber.
Flávio Lemos
Trader Brasil
trader brasil
Publisher Logo